Competição foi disputada no final de semana em Guaratinguetá. Equipe de Ribeirão foi superada apenas pelo EC Pinheiros

A equipe N1/Moura Lacerda, de Ribeirão Preto se sagrou vice-campeã do Campeonato Paulista Juvenil de Verão – XIX Troféu Ronaldo de Souza Passos, disputado no final de semana em Guaratinguetá. A competição foi organizada pela Federação Aquática Paulista.

Uma das conquistas com mais relevância foi a medalha de prata do revezamento 4×50 livre. “Foi realmente importante pelo nível dos adversários. Ficamos em segundo lugar com média de 23″8, o que é muito bom para a idade de 16 anos. Um belo trabalho em equipe, mostrando a força dos nadadores”, destaca o treinador da N1-Natação 1limitada/Moura Lacerda, Newton Conte.

 

 

 

 

O nadador Pedro Motta, de 16 anos, mais uma vez foi o grande destaque da competição. Mesmo nadando sem descansar, começou muito forte, vencendo os 200 metros costas com novo recorde Paulista, quebrando a barreira de 2 minutos: 1’59″46 .

Nos 200 medley, Motta venceu duros adversários, nada mais nada menos que o campeão e o vice-campeão brasileiros da prova, com 2’04”.

“Nos 100 metros borboleta, Motta foi vice-campeão da prova. Mas a cereja do bolo ficou para a última prova do campeonato. Nos 100 metros costas, ele aproveitou a parte submersa como nunca, na saída e em todas as viradas, fazendo o tempo espetacular de 53″70, baixando em quase 1 segundo o seu antigo recorde Brasileiro, e  vencendo assim também, como melhor performance da competição no Juvenil 2. Além da melhor performance (índice técnico), ele também foi o atleta que mais pontuou para a equipe em sua categoria, o que nos ajudou a conquistar o segundo lugar por equipes”, ressalta o treinador Pedro Baldo.

“É importante ressaltar também que nossa equipe competiu de igual para igual com todas as demais, fruto do trabalho do dia a dia. Todos os nadadores melhoraram suas marcas pessoais”, finaliza Newton Conte. Além de Motta, a N1/Moura Lacerda, contou com a participação dos nadadores Yuri Fábio Sanches, Murilo Santos Castro, Diego Coelho Rodrigues e Lucas Ferreira Silva.

Comentários

comentários