O craque Lipe, da Seleção Brasileira, comandará a nova equipe de vôlei de Ribeirão, que foi apresentada durante solenidade na tarde desta terça-feira, dia 27 de junho, no ginásio da Cava do Bosque, a nova casa do time de voleibol que terá na base jogadores de alto nível como Leozão, Rafinha, Giovani, Jotinha, Ualas e companhia.

Para o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, o projeto valoriza o trabalho social ao desenvolver os valores humanos de cidadania ao despertar o esporte nas escolas da rede municipal de ensino, trazendo as famílias para os jogos e ao incentivar outras  modalidades esportivas.

“Com esse elenco inicial eles vão começar uma ‘peneira’, processo pra selecionar atletas de Ribeirão Preto, para jogar no time profissional”, comemora Nogueira.

Para o secretário de Esportes, Ricardo Aguiar, o vôlei desembarca em Ribeirão para ficar, com moradia, estrutura e solidez. “Para o início dos treinamentos o local atende as necessidades”.

E para poder receber os jogos do Campeonato Paulista, a primeira competição no calendário da nova equipe de voleibol, o ginásio passará por várias obras de reforma. “As reformas iniciais passarão pela portaria, pelo ginásio 1 e a quadra principal  com a parte de teto, hidráulica, vestiários e iluminação”, conta Ricardo, os detalhes da reforma.

“A gente teve essa ideia, esse sonho, dividir com o Lipe que é outro sonhador, e fomos atrás do empresariado de Ribeirão Preto”, explica a primeira dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade Samanta Pineda, sobre como surgiu a ideia de trazer o projeto do Vôlei Ribeirão para a cidade.

O projeto Vôlei Ribeirão não tem nenhum tostão da prefeitura. Todo o projeto será financiado pela iniciativa privada, a Prefeitura e a Secretaria Municipal de Esportes deram todo o apoio e ofereceram a estrutura do complexo da Cava do Bosque.

Para o campeão Lipe, o apelo social do projeto acabou cativando os nossos patrocinadores Sicoob e Grupo São Francisco Saúde. “A nossa premissa aqui não é simplesmente botar uma equipe de vôlei para jogar, é para servir de exemplo para a sociedade, para mudar uma cultura, e visa à responsabilidade ambiental, ajuda ao próximo e para dar oportunidades às crianças para se desenvolverem no esporte e saiam das ruas”, disse.

Após 17 anos sem uma equipe de alto rendimento, a última foi a do vôlei feminino, Ribeirão Preto terá a chance de reviver o passado de glórias e reescrever uma nova história com o voleibol.

“Eu tenho certeza que será um time campeão em tudo, campeão no esporte, na inclusão social, na sustentabilidade, um projeto campeão dentro e fora de quadra. O vôlei de Ribeirão é uma grande sacada”, vibra Samanta.

Fonte CCS

Fotos FL Piton

Comentários

comentários